MEDIUNIDADE NOS ANIMAIS

BjdcUEWCUAEjU5E

Podem os animais serem médiuns? “Primeiramente, que é um médium? É o ser, é o indivíduo que serve de traço de união aos espíritos, para que estes possam comunicar-se com os homens: Espíritos encarnados. Por conseguinte, sem médium, não há comunicações tangíveis, mentais, escritas, físicas, de qualquer natureza que seja. Dizem que: Os espíritos “mediunizam” a matéria inerte e fazem que se movam cadeiras mesas, pianos. Fazem que se movam sim, “mediunizam”, não!
É certo que os espíritos podem tornar-se visíveis e tangíveis aos animais e, muitas vezes, o terror súbito que eles denotam, sem que lhe percebais a causa, é determinado pela visão de um ou de muitos Espíritos, mal-intencionados com relação aos indivíduos presentes, ou com relação aos donos dos animais. Ainda com mais freqüência vedes cavalos que se negam a avançar ou a recuar, ou que empinam diante de um obstáculo imaginário. O obstáculo imaginário é quase sempre um Espírito ou um grupo de Espíritos que se comprazem em impedi-los de mover-se. Mas, repito, os Espíritos não mediunizam diretamente nem os animais, nem a matéria inerte. É-lhes sempre necessário o concurso consciente, ou inconsciente, de um médium humano,porque precisam da união de fluídos similares, o que não se acha nem nos animais, nem na matéria bruta.
O Sr. T…., diz-se, magnetizou o seu cão. A que resultado chegou? Matou-o, porquanto o infeliz animal morreu, depois de haver caído numa espécie de atonia, de langor, consequentes à sua magnetização. Com efeito, saturando-o de um fluído haurido numa essência superior à essência especial de sua natureza de cão, ele o esmagou, agindo sobre o animal à semelhança de um raio, ainda que mais lentamente. Assim, pois, como não há assimilação possível entre o nosso perispírito e o envoltório fluídico dos animais, propriamente ditos, aniquila-los-íamos instantaneamente, se os mediunizássemos.
Reconhecemos que há nos animais aptidões diversas; que certos sentimentos, certas paixões , idênticas às paixões e aos sentimentos humanos, se desenvolvem neles; que são sensíveis e reconhecidos, vingativos e odientos, conforme se procede bem ou mal com eles. É que Deus, que nada fez incompleto, deu aos animais, companheiros ou servidores do homem, qualidades de sociabilidade, que faltam inteiramente aos animais selvagens, habitantes das solidões. Mas, daí a poderem servir de intermediários para a transmissão do pensamento dos Espíritos, há um abismo: a diferença das naturezas.
Sabeis que tomamos ao cérebro do médium os elementos necessários a dar ao nosso pensamento uma forma que vos seja sensível e apreensível; é com o auxílio dos materiais que possui, que o médium traduz o nosso pensamento em linguagem vulgar. Ora bem! Que elementos encontraríamos no cérebro de um animal? Tem ele ali palavras, números, letras, sinais quaisquer, semelhantes aos que existem no homem, mesmo no menos inteligente? Entretanto, direis, os animais compreendem o pensamento do homem, adivinham-no até. Sim, os animais educados compreendem certos pensamentos, mas já os vistes alguma vez reproduzi-los? Não. Deveis então concluir que os animais não podem servir de intérpretes.
Resumindo: os fatos mediúnicos não podem dar-se sem o concurso consciente, ou inconsciente, dos médiuns; e somente entre os encarnados, Espíritos como nós, podemos encontrar os que nos sirvam de médiuns. Quanto a educar cães, pássaros, ou outros animais, para fazerem tais ou tais exercícios, é trabalho vosso e não nosso.” Erasto

Fonte:
O Livro dos Espíritos – Allan Kardec

RECOMENDAMOS

ANIMAIS, ESTÁGIO ANTES DE REENCARNAR COMO HOMEM

4 DE OUTUBRO – DIA DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS

ANIMAIS NO MUNDO ESPIRITUAL

OS ANIMAIS REENCARNAM

 

 

3 comentários sobre “MEDIUNIDADE NOS ANIMAIS

  1. Pingback: TUDO QUE VOCÊ GOSTARIA DE SABER SOBRE OS ANIMAIS | ALTERNATIVA ESPÍRITA

  2. Pingback: CEMITÉRIOS, DEVEMOS TER MEDO? – BLOG JORNAL NOVA ERA

  3. Pingback: SERÁ QUE SOU MÉDIUM? – BLOG JORNAL NOVA ERA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s